Coluna Fique em dia com o Mercado Financeiro com José Neves Neto - Blog Ana Cláudia Thorpe
Coluna

Coluna Fique em dia com o Mercado Financeiro com José Neves Neto

Oi Pessoal,

Você investe em poupança?

O que está me chamando atenção, recentemente, é a quantidade de clientes que tenho que aplicavam na poupança, e o mais interessante é que os principais motivos que os brasileiros aplicam em poupança é porque acham que é a aplicação mais segura, pela liquidez e pela isenção do imposto de renda.

Precisamos esclarecer alguns pontos sobre esse investimento tão popular e quebrar alguns paradigmas em relação à poupança.

Em relação à segurança, a poupança tem a segurança do banco, enquanto o tesouro direto é protegido pelo governo, ou seja, é mais fácil o banco quebrar do que o governo.

Além disso, é bom lembrar de que mesmo tributando o maior imposto possível (22,5% em menos de 6 meses) o Tesouro direto rende mais que a poupança.

E em relação a liquidez (poder resgatar a qualquer momento) existem aplicações que podemos resgatar de imediato, não é só a poupança.

O que quero chegar com esses pontos é que o investidor pode ter um resultado muito melhor do que a poupança, com outros papéis, sem correr risco e tendo liquidez. É preciso se adaptar a uma nova realidade, buscando novos investimentos, uma vez que, atualmente, a rentabilidade da poupança é 70% da taxa Selic + a taxa referencial (que é quase zero), ou seja, 0,30% ao mês, rende menos do que a inflação atual que deve ficar na casa dos 7% aa, perdendo poder de compra.

Enfim, ter uma carteira balanceada, com diversos papéis, sempre respeitando o perfil do investidor, o prazo do investimento é a maneira ideal para ter uma boa alocação com segurança necessária e rentabilidade satisfatória, sem perder o poder de compra.

Quebra esse paradigma.

Qualquer dúvida, estou por aqui.

@zenevesneto

81-999640374