Governo do Peru libera visitação a Machu Picchu - Blog Ana Cláudia Thorpe
Notícias

Governo do Peru libera visitação a Machu Picchu

Peru reabriu as portas aos visitantes na última quarta-feira (dia 15) de Machu Picchu, após quase um mês fechada devido a protestos contra o governo. Principal atração turística do país, a cidadela inca estava fechada desde 21 de janeiro devido a violentos protestos que já mataram mais de 50 pessoas.

Os protestos diminuíram quando a presidente Dina Boluarte anunciou o adiamento das eleições parlamentares e mudanças na constituição. Para os viajantes que compraram ingressos para Machu Picchu, o Ministério da Cultura do Peru anunciou em seu site: “anuncia-se que a partir de 21 de janeiro de 2023, os turistas nacionais e estrangeiros relevantes terão acesso total aos ingressos, um mês após o término da mobilização social ou da recuperação do valor.

O Centro Cultural de Machu Picchu é responsável pelas entradas e coordena atualmente a retomada dos acessos à cidadela, construída há mais de 500 anos no topo de uma montanha na região andina de Cusco, informou o escritório local de turismo. Até o meio-dia da quarta-feira, com a reabertura, 700 turistas já tinham entrado em Machu Picchu.

O local costuma receber mais de um milhão de pessoas por ano, número que havia diminuído após a pandemia de Covid-19. Machu Picchu é um extraordinário complexo de edificações de pedra, foi construída durante o Império Inca, que, desde 2007, é considerada uma das novas sete maravilhas do mundo, foi reconhecida em 1983 como patrimônio cultural da humanidade pela Unesco.

Embora continuem os protestos e bloqueios de estradas por parte dos manifestantes, que se concentram no sul do Peru, nos últimos dias houve uma relativa calma. A única linha ferroviária que leva à cidadela inca, que foi bloqueada por um momento, funcionava normalmente. Maiores informações através do e-mail callcenter@culturacusco.gob.pe